Famurs lamenta morte de Roberto de Azevedo e Souza, um dos fundadores da entidade

06/03/2019

O presidente da Famurs e prefeito de Garibaldi, Antonio Cettolin, e toda a equipe da Federação se unem a família do engenheiro e arquiteto Roberto de Azevedo e Souza que faleceu ontem (5/3), no hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, aos 91 anos. Azevedo e Souza foi um dos fundadores da Famurs e o primeiro assessor técnico da entidade. “Nesse momento de luto, queremos lembrar a importância do trabalho deste grande homem que colocou o municipalismo em lugar de destaque na sua biografia”, disse Cettolin.

Nascido em 21 de novembro de 1927, completou graduação pela UFRGS em 1949 e concluiu mestrado e doutorado na França. Autor de diversos livros, foi um dos fundadores e presidente do Instituto Brasileiro de Planejamento (IBP). Fez sua carreira profissional na Secretaria de Obras do RS, foi professor universitário e responsável pelo plano diretor de diversos municípios. Em 1976 foi articulador da criação da Famurs, tendo redigido a ata da reunião que criou a federação em 24 de maio daquele ano. Deixa a esposa Marlene e os filhos Ricardo, Renato, Ronaldo e Fernando. O velório ocorre nessa quarta-feira (6/3), no cemitério São Miguel e Almas (Av. Prof. Oscar Pereira, 400), até às 19h.